Quem Tem Diabetes Pode Tomar Cerveja?

A cerveja sempre foi a grande paixão nacional dos brasileiros, sendo a bebida mais consumida em todo o país. Segundo uma pesquisa publicada pelo Ibope, a cerveja é a segunda maior paixão dos homens, perdendo apenas para o futebol. A pesquisa não falou das mulheres, mas sabemos que, entre elas, a paixão pela cerveja não fica muito para trás. Mas será que quem tem diabetes pode tomar cerveja?

Como sempre, quem tem diabetes pode consumir cerveja e outros tipos de álcool, mas precisa ter cuidado redobrado. Principalmente com a quantidade de carboidrato que contém cada tipo de bebida,  e também com a hipoglicemia.

Diferentes tipos de álcool vão afetar as pessoas com diabetes de formas diferentes, já que cada uma possui diferentes quantidades de carboidrato.

Cerveja

quem tem diabetes pode beber cerveja?

Cervejas têm tendência a elevar o nível de açúcar no sangue por serem ricas em carboidrato. Normalmente, uma cerveja contém de 10 a 15g de carboidrato por meio litro. Entretanto, algumas cervejas “light” podem ter menos de 5g de carboidratos na mesma quantidade.

Vinho

vinho e diabetes

Vinhos têm menos carboidrato que cerveja, então normalmente vão ter menos efeito no açúcar do sangue. Inclusive, um estudo realizado em Viena comprovou que o vinho tinto ajuda a manter o diabetes sob controle.

Como seria de se esperar, os vinhos secos e champanhe têm menos carboidrato do que vinhos e champanhes mais doces. Um vinho seco pode ter apenas 1g de carboidrato em um copo de 200ml, enquanto que um vinho doce pode ter mais de 10g de carboidrato na mesma quantidade. Um copo de vinho do porto chega a até 20g de carboidrato por copo.

Destilados

whisky e diabetesDestilados, como gim, whisky, vodka e rum não têm quantidades relevantes de carboidrato, então não devem elevar os níveis de açúcar no sangue. Entretanto, se for consumir essas bebidas com frutas e outras misturas, deve considerar o carboidrato delas também.

Álcool e Hipoglicemia

Outro ponto de atenção é a queda brusca dos níveis de açúcar provocada pelo álcool, principalmente enquanto dormimos. Isso acontece porque o álcool pode impedir o fígado de transformar proteína em glicose. Por isso, muitas pessoas com diabetes percebem que, após beber, o índice de açúcar no sangue começa a cair.

Para prevenir a hipoglicemia, pessoas com diabetes devem sempre comer alguma coisa para compensar a esperada queda dos níveis de açúcar no sangue e fazer os testes frequentemente.
Outro perigo é que os sintomas de alcoolismo são muito semelhantes aos sintomas da hipoglicemia,  o que pode impedir os cuidados corretos. Por isso, é sempre aconselhável avisar aos seus companheiros de copo que você tem diabetes e instruí-los em caso de hipoglicemia.

Pessoas que tomam medicamentos para diabetes, principalmente insulina, precisam fazer ajustes na quantidade.  Pergunte ao seu médico se você não souber como fazer estes ajustes.

Quer Aprender a Controlar o Diabetes Naturalmente?

Beber com cuidado é essencial para a saúde de quem tem diabetes. Entretanto, para ser realmente saudável, é imprescindível para o diabético cuidar de toda a alimentação.

De acordo com o médico Dr. Rocha, criador do Programa Diabetes Controlada, através da alimentação inteligente é possível reverter o diabetes tipo 2 em até 30 dias e diminuir drasticamente a quantidade de insulina do diabético tipo 1.

Assista o vídeo abaixo:

Veja também:

 

Fontes:

http://www.diabetes.co.uk/diabetes-and-alcohol.html
http://www.diabetes.co.uk/alcohol-and-blood-sugar.html